sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Os ligamentos


Como o amor  chega no coração?
Era uma pergunta que me fazia quando criança. Como podemos amar uma pessoa a ponto de tudo em nosso corpo mudar?
É porque tudo está interligado!

Eu queria falar um pouco dessas ligações.
Você já percebeu que amamos um rapaz ou uma moça, amamos nossos pais, amamos nossos amigos etc...
Deus nos interligou para que pudéssemos sentir o amor que vem do Pai do Filho e do Espírito. Nos só amamos as outras pessoas porque Ele nos amou primeiro, por isso que somos apaixonados, pela vida,  coisas e pessoas, sem Deus não entenderíamos a palavra amor e nem saberíamos usa-la.

Queria dar uma dica, quando fazemos muitos exercícios em excesso nosso corpo fica dolorido, nossos músculos e ligamentos prejudicados, não é mesmo? Só eu que sei, já passei por muitas dores musculares.

No amor é assim mesmo, não pense que as pessoas não cansam, pois cansam sim!
O amor tem que ser cuidadoso e  nunca exagerado, pois o excesso de amor dominador  acaba virando obsessão e age da mesma forma que uma dor muscular, começa a incomodar e  causar desconforto e como um exercício exagerado, pode até romper os ligamentos.

Os ligamentos entre pessoas são frágeis e precisam de todo cuidado para que não se rompam.
As ligações de afeto que o ser humano tem para com o outro é uma das coisas mais importantes que e não pode ser desperdiçada.

Ninguém quer conviver com uma pessoa pegajosa e chata, eu não quero!

É preciso começar a viver o amor de uma forma plena, sem exageros, sem desconfianças.

Esse texto falou um pouco do amor para com o outro, mais o nosso amor para com Deus tem que ser como um exercício continuo que vai começar devagar e vai aumentando a velocidade e cada vez está mais resistente, onde não existe mais dor e tudo que havia pra ser rompido já foi, as ligações com o passado etc... Quando se está firme com Deus, nossas ligações com o Pai, O Filho e o Espirito Santo ficam cada vez mais plenas.

Tayná Nascimento

O que achou?

0 comentários:

Postar um comentário