sexta-feira, 23 de março de 2012

Paraíso perfeito



 O dia mais uma vez nasce e eu não posso ver

O sol se Poe e eu nem percebo

As estações mudam e eu aqui

As luzes, o Barulho, o asfalto quente que nos leva e nos trás em uma cidade linda que 

quase nem vejo

Queria estar no lugar onde os animais fazem barulho as 6 da manhã

Acordar com o sol em minha janela

Caminhar na grama molhada da chuva  que também molhou a terra na madrugada

Escutar o barulho da natureza

Os pássaros a compor mais uma melodia inédita

Com um lindo violão sentar a beira de um riacho, deixar escorrer de meus dedos uma 

canção vinda do coração

Ao anoitecer  lembrar-me  como foi bom o dia

Paraíso perfeito!

Enquanto caminho pra mais um descanso, sentir o vento frio da noite passar sobre 

meus cabelos, levantar meu rosto aos céus

Quando acordar, abrir os olhos e encontrar um presente

Para alguns tudo é igual, pra mim também, eu é que mudei

A misericórdia se renova, o amor se renova

Posso ver as mesma coisas de ontem de uma forma diferente hoje.

Tayná Nascimento

O que achou?

0 comentários:

Postar um comentário