domingo, 22 de janeiro de 2012

Fui escolhido!

Ano passado fui pro adoração profética em São Luis e foi muito bom!
Uma semana antes estava escutando apenas uma musica, sabe quando parece que só existe aquela musica no mundo? pois é! Parece que Deus me preparava pro que eu iria receber.

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido para que anuncieis as virtudes daquele que vós chamou das trevas para a sua maravilhosa luz" (1 Pedro 2:9)

Fomos constituídos Reis e Sacerdotes não para nós e sim para Ele.
Nós somos instrumentos nas mãos de Deus, aliais é só isso que somos.

Analisando o versículo Deus chama todos nós, mais poucos vivem suas vidas baseados nisso.
É preciso tomar posse da realeza.

Escolhido não é só aquele que está no lugar de destaque.

Todos nós fomos constituídos nação santa!

é preciso aceitar essa identidade, se identificar com o versículo.

Nossos atos tem que ser exemplo de justiça, nossas atitudes tem que ser reais, de que adiante ser sacerdote e não agir como tal?
É preciso honrar o nome que Ele nos deu.

O diabo tem corrompido a nossa geração, e a nosso geração são os jovens, a mídia tem corrompido, e se somos pessoas separadas precisamos anunciar as virtudes!

Todos fomos escolhidos, mais poucos iram trazer a glória de volta.
Estamos vivendo uma fase onde quase não percebemos a glória de Deus, o homem tem colocado a sua glória e recebido a honra que seria de Deus.

Existem muitas explicações pra falta de glória: Desobediência, pornografia, escolhas erradas...

Dan Duke disse: 'Eu vi a Glória de Deus chegar e ir embora"

Nós JOVENS talvez não tenhamos visto a glória de Deus chegar mais a traremos de volta!!!

Fomos denominados realeza para ministrarmos pra Ele, devolver o dom, fomos chamados a viver todos os nossos dias pra honrar a Deus.

Deus nos consagrou sacerdotes, então se santifique para adentrar a sua presença!

"Porém, tão certamente como eu vivo, e como a glória do SENHOR encherá toda a terra"
(Números 14:21)

Tayná Nascimento

O que achou?

0 comentários:

Postar um comentário